Como calcular os custos referentes aos materiais usados em cada procedimento odontológico
Posted by

Como calcular os custos referentes aos materiais usados em cada procedimento odontológico

A utilização de materiais odontológicos, em grande ou pequena escala, é uma rotina em qualquer consultório ou clínica odontológica. No entanto, poucos profissionais param para pensar de que forma eles se apresentam no contexto de cada procedimento.

A princípio, devemos destacar que tais materiais são considerados produtos de custos variáveis e muitas vezes representam uma porcentagem pequena no valor final de cada procedimento. Apesar disso, é importante saber calcular tal percentual a fim de determinar o preço do serviço. Inicialmente é preciso esclarecer o que são custos variáveis e custos fixos, considerando que o preço do procedimento realizado segue a seguinte equação:

PREÇO = CUSTO VARIÁVEL + CUSTO FIXO + LUCRO

Custos variáveis englobam os materiais, imposto de renda, gastos com protéticos e o percentual pago aos profissionais. Custos fixos comportam os valores do pró-labore, equipe, predial, equipamentos, informática, marketing, formação profissional e Outros. As despesas referentes a consumo de água/luz e condomínio (caso exista) são considerados custos semi variáveis, porém no momento, devem ser inseridas no rol dos custos fixos para facilitar o cálculo.

Assim, vamos elaborar o cálculo dos custos dos materiais. De início é necessária a confecção de uma tabela, onde devem ser inseridos todos os gastos efetuados em um determinado procedimento. O ideal é que seja usada a planilha do Excel, a fim de facilitar o cálculo.

Resina Foto Anterior – duas faces
Itens Valor Caixa Quantidade Caixa Valor Unitário Quantidade Utilizada Valor Total
Agulha descartável 23,00 100 0,23 1,00 0,23
Anestésico em Tubete 62,00 50 1,24 2,00 2,48
Anestésico Tópico 7,00 1 0,20 1,00 0,20
Broca diamantada 2 série 5,00 10 0,50 1,00 0,50
Guardanapo – Papel Toalha 20,00 1000 0,02 1,00 0,02
Babador 12,90 100 0,13 1,00 0,13
Lençol de Borracha 14,90 52 0,29 1,00 0,29
Luva Descartável 14,00 100 0,14 4,00 0,56
Máscara 6,50 50 0,13 2,00 0,26
Pedra Pomes 15,80 100 0,16 1,00 0,16
Protetor de Seringa Tríplice 15,00 100 0,15 1,00 0,15
Resina Foto Charisma-1 bisnaga 90,00 30 3,00 2,00 6,00
Rolete de algodão 1,39 100 0,01 4,00 0,06
Sistema Adesivo Scoth Bond – 4 geração 94,90 40 2,37 1,00 2,37
Soflex discos 67,50 50 1,35 3,00 4,05
Ionômero de vidro 29,00 15 1,93 1,00 1,93
Sugador 10,00 40 0,25 1,00 0,25
Tira de Lixa 3M 46,85 150 0,31 1,00 0,31
Tira de Poliéster 2,50 50 0,05 1,00 0,05
Embalagem de esterilização 120,00 200 0,60 0,50 0,30
TOTAL         20,00

Observe que na 1ª coluna devem ser colocados todos os materiais utilizados. Nas colunas seguintes o valor da caixa, quantidade de caixas, o valor unitário e, por último, a quantidade utilizada. Em seguida, dividimos o valor da caixa pela quantidade da caixa, para determinar o valor unitário, depois multiplicamos tal valor pela quantidade utilizada, chegando ao valor total. Por fim, é necessário somar o valor total de todos os itens, para visualizar o custo dos materiais (vide tabela acima).

O referido cálculo deve ser feito em todos os procedimentos realizados (coroa metalocerâmica, coroa metálica, profilaxia…) e será de grande valia no momento de calcular o preço a ser passado ao cliente.

Autor: Ricardo Aguilar

Fonte: http://blog.dentalcremer.com.br/como-calcular-os-custos-referentes-aos-materiais-usados-em-cada-procedimento-odontologico/

Comments

1 Comentários desativados em Como calcular os custos referentes aos materiais usados em cada procedimento odontológico 910 30 junho, 2017 Financeiro e Contábil junho 30, 2017

About the author

Thais Almeida é diretora e curadora de conteúdo deste portal.

View all articles by Administrador

Pesquisa

Cursos

Facebook